5 dicas sobre como se manter no mercado de TIC

Conseguiu aquela ótima vaga de emprego e não sabe o que fazer para evoluir na carreira? Felizmente, não há segredos para se manter no mercado de TIC; porém, essa é uma tarefa que exige empenho e decisões importantes.

Por que é preciso trabalhar duro para conseguir? Porque somente a experiência costuma não ser o suficiente, sobretudo quando a atual empresa não fornece treinamentos, levando o profissional a investir na capacitação por conta própria.

Quanto às decisões é fundamental traçar objetivos e metas — elementos essenciais pra elaboração do planejamento. Pois é, ter um plano é fundamental para ter sucesso.

Mas, afinal, como fazer isso? É o que veremos agora! Confira abaixo as nossas 5 dicas que o ajudarão a se manter no mercado de TIC:

1. Tenha metas e planejamento

Independentemente de quantas vezes falarmos sobre carreira, é elementar que batamos na tecla da necessidade de traçar metas e elaborar um bom planejamento com base nelas.

Caso você ainda não tenha feito isso, saiba que nos referimos ao primeiro passo para se manter no mercado de TIC, pois tanto você quanto a empresa precisam saber dos seus objetivos.

Quer assumir cargos de liderança? Planejamento? Segurança? Administração de sistemas? Infraestrutura? O momento para decidir é agora.

2. Invista em cursos e certificações

Dedicar-se a cursos e certificações é um tema bem recorrente; provavelmente você já ouviu falar no poder dos certificados para conquistar coisas maiores no mercado de TIC.

No entanto, essa dica está atrelada à anterior. Sem objetivos, metas e planejamento, não há como ter sucesso com a escolha das certificações a serem adquiridas.

É crucial que todas as formações complementares estejam alinhadas com os objetivos de carreira, evitando que se acumulem certificações irrelevantes que mais atrapalharão que ajudarão. Se a ideia for se especializar na área de Segurança da Informação, por exemplo, selecione as certificações que sejam providenciais para isso.

3. Participe de projetos

Imaginemos que você esteja trabalhando na mesma empresa há alguns anos, sem evoluir significativamente por participar apenas de processos corriqueiros. Embora essa experiência tenha sido ótima para solidificar o seu conhecimento, é preciso correr atrás de novos desafios quando o próprio ambiente de trabalho não os proporciona.

Fazer parte de projetos independentes, colaborando com o desenvolvimento de sistemas operacionais, software de código aberto e outras soluções, tudo dentro de uma comunidade de especialistas, é algo extremamente enriquecedor para o currículo.

4. Aprenda novos idiomas

Normalmente, o assunto “idiomas” nos remete a “aprender inglês”. E, sem dúvidas, a língua inglesa pode ser considerada a mais importante depois da nativa — sobretudo no mercado de TIC, em que o inglês é aplicado na rotina profissional, na literatura e nos negócios.

Todavia, a fluência no inglês não é tudo. Existem muitas empresas de TIC com matrizes no exterior, em países como China, Japão, França e Canadá. Ou seja, lugares em que o inglês não é um primeiro idioma — às vezes, nem mesmo é proeminente.

Muitas companhias buscam profissionais “da casa” que possam ser integrados ao negócio. Isso indica que a valorização de outros idiomas pode ser maior dependendo do país de origem da empresa — como exemplo a gigante Chinesa Huawei, que vem crescendo cada vez mais no mercado brasileiro.

5. Evolua de grau acadêmico

Muitos profissionais de TIC iniciam suas carreiras por meio de cursos técnicos, em que se aprende aspectos práticos fundamentais para ingressar no mercado. Há, também, aqueles que entram durante o curso de graduação, na maioria das vezes, a partir de estágios. Esses, por sua vez, tendem a ocupar cargos de hierarquia mais alta.

Mas, aonde queremos chegar com isso? Na influência do grau acadêmico no crescimento profissional. Quanto maior for este grau, maior é o patamar que o profissional alcança.

Portanto, encare a graduação como uma formação inicial em TIC, partindo, em seguida, para os cursos de pós-graduação, doutorado ou mestrado. Lembre-se: é a formação que elevará a sua competência para assumir cargos mais importantes.

Enfim, gostou dessas dicas? Então continue aprendendo a se manter no mercado de TIC e confira também os motivos para investir na capacitação!

Posts relacionados

Deixe um Comentário